Conecte-se conosco

Publicado há

em

Seguir
( 0 Followers )
X

Seguir

E-mail : *
* Seus dados pessoais serão usados ​​para dar suporte à sua experiência em todo este site e para outros fins descritos em nossa [política de privacidade]. Por meio deste, confirmo e concodo com a política de privacidade do Portal Os Bastidores.

Max Cavalera, um dos fundadores do Sepultura, revelou que se inspirou nos Raimundos para compôr uma das músicas da banda.

Segundo ele, a faixa “Attitude”, single do icônico álbum Roots (1996), tem riffs inspirados em “Puteiro em João Pessoa”, primeira faixa do disco homônimo dos Raimundos (1994).

O guitarrista e vocalista do grupo conta que quando foi ao primeiro show da banda brasiliense, ainda sem os conhecer, achou muito legal: “P*ta que pariu, cara! O que é isso? Que loucura!”, expressou ao relembrar.

Max aproveitou para falar também que não tem problemas em revelar suas influências e que é muito fã de metal e de várias bandas, e usa os sons que escuta pra compor novas canções e até homenagear seus ídolos.

Vale lembrar que “Attitude” foi uma das músicas de trabalho de Roots e ganhou um clipe marcante ao retratar o mundo do MMA, que ainda dava seus primeiros passos. Membros da tradicional Família Gracie, com lutadores brasileiros que influenciaram todo planeta, aparecem em cena.

Raimundos e Entrevista a seguir:

Na mesma entrevista ao programa Rock Mania, da rádio Univali FM de Itajaí em Santa Catarina, o músico contou que tinha planos de vir ao Brasil para uma turnê em novembro, infelizmente cancelada devido a pandemia de COVID-19.

Por lá, ele falou também sobre a emoção de tocar no país, os dez anos em que ficou sem conversar com seu irmão Iggor, que agora tem uma “relação mais forte que tudo”, e sobre como tem passado o período de distanciamento social em sua casa, nos Estados Unidos.

Ele diz estar sem sair de casa há dois meses e frisa que está fazendo a sua parte, até porque “o governo não vai fazer nada”. Ele reflete também sobre a importância de todo mundo se cuidar e fazer o sacrifício de não sair de casa agora, pois esse “é o único jeito de sobrevivermos e sairmos dessa crise”.

Você pode ouvir a entrevista completa, que é intercalada com um programa musical, logo abaixo.

Max fala sobre a influência do Raimundos (e dos Ramones) por volta da marca de 1 hora e 14 minutos.

Fotografo, videomaker, editor do site Os Bastidores, estudante compulsivo de TI, fã de Heavy Metal, estudioso da cultura medieval e apreciador de um bom vinho.

Comente ou responda aqui

Deixe um comentário ou responda

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Termômetro

A GENTE TEM PAIXÃO EM INFORMAR, FOMENTAR E PROPAGAR TUDO SOBRE MÚSICA! Há 9 anos temos o prazer de criar conteúdo que informe e forme opinião para conectar ídolos, fãs e marcas. Inovação, responsabilidade, ética, imparcialidade, diversidade e consciência inclusiva representam a nossa filosofia. Copyright © 2011-2020 - Os Bastidores | On Stage Management - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Joás Sanct

Você não pode copiar o conteúdo desta página!