Connect with us

Demissões

Crise causada por covid-19 faz Naiara Azevedo demitir 140 funcionários

Published

on

Foto: Divulgação

A pandemia do novo coronavírus deixou o mundo em alerta e mudou a rotina de muitos artistas. A crise econômica causada pela doença e a ausência de eventos por conta da quarentena afetou diretamente o mercado de entretenimento: a empresa de Naiara Azevedo, por exemplo, precisou demitir alguns funcionários registrados. “Nós temos 140 colaboradores aqui. Ninguém se preparou para essa paralisação. Fomos um dos primeiros a parar nessa quarentena. Tenho funcionários que trabalham comigo há mais de 6 anos e eu jamais daria as costas para alguém”, afirmou Rafael Cabral, empresário e marido da cantora, ao colunista Leo Dias.

Naiara Azevedo pretende recontratar equipe

Rafael explicou que fez um “acordo” com todos e disse que pretende recontratar a equipe em breve. “O que eu fiz foi chamar todos os funcionários e fazer um acerto com eles da melhor maneira possível. Em agosto ou setembro, devemos voltar, e eu vou contratá-los de volta. 100% dos nossos funcionários são CLT. Terão direito a FGTS, seguro-desemprego e mais o acordo que fizemos. Empresa nenhuma conseguirá pagar tudo isso de funcionário sem trabalhar”, comentou.

Empresário demonstra preocupação com demissões

Rafael relatou como deu a notícia aos funcionários. “Chamei todos, um por um. Tive atenção. Estou no escritório agora. Falta falar com 40 ainda. Não tenho condições de mantê-los sem a previsão de novos shows. Precisei tomar essa medida”, esclareceu o empresário. Rafael destacou ainda que a NA Produções não há apenas a Naiara como artista: eles representam também Humberto e Ronaldo, Ícaro e Gilmar e Gabriel Gava. “A Naiara está levando a culpa porque é a maior artista, mas estamos falando de uma empresa que cuida também de outros artistas. A empresa toda está sofrendo com essa crise”, garantiu.

Gusttavo Lima diz que manterá funcionários

Os shows de Gusttavo Lima também foram suspensos. Responsável por bater recorde de views e mudar conceito de live, o cantor falou que manterá funcionários e pagará salários mesmo com o isolamento. “É hora de agirmos como ser humanos. Não vou deixar meus funcionários na mão. Não vou demitir ninguém, nem reduzir o salário de nenhum funcionário. Eu tenho cerca de 50 pessoas que viajam comigo e outras 50 nas minhas empresas, e tudo permanecerá igual”, declarou o “embaixador”, que superou Beyoncé e fará outro show on-line para entreter os fãs durante este período difícil.

Fotografo, videomaker, editor do site Os Bastidores, estudante compulsivo de TI, fã de Heavy Metal, estudioso da cultura medieval e apreciador de um bom vinho.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement

Termômetro

A GENTE TEM PAIXÃO EM INFORMAR, FOMENTAR E PROPAGAR TUDO SOBRE MÚSICA! Há 9 anos temos o prazer de criar conteúdo que informe e forme opinião para conectar ídolos, fãs e marcas. Inovação, responsabilidade, ética, imparcialidade, diversidade e consciência inclusiva representam a nossa filosofia. Copyright © 2011-2020 - Os Bastidores | On Stage Management - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Joás Sanct