Este Site de é protegido por Direitos Autorais, sendo vedada a reprodução, distribuição ou comercialização de qualquer material ou conteúdo dele obtido, sem a prévia e expressa autorização do seu CEO .

0%
Os Bastidores
Redação

Itacaré será palco do inédito Réveillon nº1

Victor Oliva, empresário paulista à frente do Camarote N°1, referência no carnaval carioca, prepara um novo produto do mercado de entretenimento: o Réveillon Nº1, em Itacaré. Serão cinco dias de festas pé na areia, programações e experiências inesquecíveis na região sul do estado da Bahia.

Com produção da Samba, uma das agências da Holding Clube, o projeto promete aquecer ainda mais o turismo na Costa do Cacau, projetando o município para todo o mundo. “Vamos levar um dos maiores eventos do Brasil para Itacaré, uma cidade com visual paradisíaco, bom acesso aos turistas e estrutura para os visitantes. Estamos, com isso, alavancando o local como um destino turístico internacional, aquecendo o desenvolvimento regional”, afirma Victor Oliva, CEO da Holding Clube.

O evento será realizado de 28 de dezembro a 2 de janeiro e receberá artistas nacionais e internacionais, entre eles Ivete Sangalo, Jorge & Mateus e Alok. No destino, além das festas e um beach club que integram o Réveillon Nº1, os visitantes poderão curtir programações e atrações que agradam a todos os tipos de público.

Famosa por ser um paraíso dos amantes do surfe e dos esportes radicais, Itacaré também reúne uma vasta área de Mata Atlântica, rios e cachoeiras, além de uma biodiversidade terrestre e marinha singular. Com uma gastronomia variada e boas opções de hospedagem, a cidade é um dos principais destinos turísticos da Bahia.

Segundo o secretário de Turismo de Itacaré, Júlio Oliveira, com o lançamento do Réveillon Nº1 as pousadas e hotéis já entraram para os roteiros mais procurados do país. “Vamos gerar em torno de 10 milhões de renda para cidade. Será um dos melhores réveillons que Itacaré já teve”, afirma. O réveillon também contribuirá com o aquecimento do desenvolvimento regional, promovendo geração de empregos e renda e profissionalização do turismo.

Respeitando a lei de preservação ambiental, e para que o local se mantenha conservado e tenha suas belezas naturais protegidas, a produção do Nº1 promete deixar um legado socioambiental positivo para Itacaré.

Publicações relacionadas

Deixe um comentário